Cabelo

Vidal Sassoon – Um homem à frente de seu tempo

No começo da minha carreira Vidal Sassoon teve uma influência muito grande por conta de seus cortes bem definidos, com muita precisão e acabamento. Ele era um profissional muito perfeccionista e podemos perceber claramente esse trabalho de arquitetura, isso chamou muito a minha atenção.

O que mais me inspirou foi o olhar de Vidal Sassoon sobre a precisão de cortes. Ele conseguiu obter uma variação muito grande dentro dessa história que ele construiu em cima das linhas geométricas, alcançando diversos caimentos, texturas e cores usadas de formas aleatórias, trazendo um olhar bem contemporâneo para essa linha de corte clássica. Sassoon sempre foi um homem contemporâneo que sempre esteve à frente de seu tempo e deixa uma legião de seguidores e admiradores.

Vidal Sassoon nasceu numa família pobre em Londres e cresceu num orfanato para judeus. Ainda adolescente, depois de sair de lá, Vidal começou a aprender a ser cabeleireiro. Entretanto, antes de chegar à fama e a riqueza, alistou-se e lutou na guerra árabe-israelense de 1948 ao lado das forças israelitas.

Já em 1954, com 26 anos, abriu em Londres o seu primeiro salão de cabeleireiro para mulheres.

Decidido a aplicar conceitos de geometria aos cortes, resolveu criar penteados que libertassem as mulheres do uso de laca, travessões e outros elementos que eram necessários para os penteados rígidos em voga na década de 1950. O corte também permitia que as mulheres se produzissem em casa, diminuindo as idas ao salão.

Sassoon conseguiu tornar seu nome numa marca icónica e abriu mais salões em várias outras cidades, como em Nova York. Duas décadas depois do arranque do negócio, lançou a linha de produtos para cabelo que não só lhe deu uma fortuna, mas também levou seu nome a inúmeros anúncios televisivos em diversos países.

Casou-se quatro vezes e teve quatro filhos – todos da segunda mulher. Em 2009 recebeu a Ordem do Império Britânico. No dia nove de maio de 2012 faleceu, aos 84 anos, depois de uma longa luta contra a leucemia. Não só a indústria de beleza perdeu um gênio criativo e visionário, mas o mundo também já sente falta de um ser humano incrível.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *