Cabelo

Velaterapia é bom? Tome cuidado com esse tratamento

velaterapia-blog-julio-crepaldi

Velaterapia não é um tratamento novo – mas está voltando a chamar a atenção das mulheres que procuram algo revolucionário para cuidar dos fios e até se livrar de uma vez por todas do temido frizz.

A velaterapia possivelmente surgiu nas civilizações antigas. Acredita-se que Cleópatra usava esse truque para manter os fios no lugar em seu look icônico. O processo consiste em torcer mechas de cabelo e ir queimando com a chama de uma vela as pontas rebeldes, normalmente duplas e ressecadas, resultado de uma rotina de químicas, calor e cuidados não apropriados.

Há quem afirme que esse tratamento dá um fim nas pontas duplas, como se fosse uma cauterização de uma ferida, e abre as cutículas dos fios, que em seguida recebem uma hidratação poderosa. Curiosamente, não existem pesquisas científicas suficientes que possam comprovar essa eficácia.

O que se sabe é que velaterapia pode ser bastante perigoso – a começar por aproximar fogo a um material tão inflamável que é o cabelo. O calor da chama também não é uma boa ideia – afinal, um dos grandes vilões das pontas duplas dos fios ressecados é justamente o calor excessivo de secadores, chapinhas e onduladores.

A única certeza que existe quando o assunto é cabelo bonito e saudável vem de uma combinação de bons hábitos: alimentação balanceada, hidratação constante e cortes frequentes.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *