ColoraçãoTendências

Loiro natural para o Verão 2018

O verão desperta em muitas mulheres a vontade de ser loira. Não é à toa, os cabelos loiros têm tudo a ver com a estação. Pensando nisso a Revista Claudia entrevistou a mim e outros profissionais para falar sobre a cor do momento: o loiro natural

Apesar das tendências serem uma boa referência de que rumo tomar, é preciso respeitar os fios na hora de descolorir. É a nuance original que define o limite do clareamento. Se esse limite não é respeitado, nem mesmo o melhor tratamento será capaz de recuperar o cabelo depois.

É melhor ter um castanho iluminado do que um loiro ressecado. A saudabilidade do cabelo jamais sairá de moda. Entretanto, se abrir mão do sonho de ser loira não é uma opção, então vá com calma: faça o processo de descoloração em várias etapas, dando tempo para os fios se recuperarem entre uma química e outra.

O Verão 2018 destaca nuances neutras e douradas, mas não tenha medo de arriscar outros tons. Vale evitar as colorações monocromáticas, prefira efeitos mais iluminados com luzes, por exemplo. Confira abaixo um trecho da matéria da Revista Claudia e clique no link para ver o artigo completo:

Inspire-se no loiro natural, a cor do momento

Sutil, com contrastes suaves e iluminação, o tom respeita o colorido de cada mulher. Mas, exigente, ele pede muitos cuidados antes e depois da coloração

Ficar loira e exibir um estilo contemporâneo. Se esse é o seu objetivo para o verão, escolheu bem. Os cabelos mais claros estão cotadíssimos. Chegar aos tons, porém, requer certa sutileza. As nuances muito marcadas – como os estilos californiano e ombré hair, badalados em temporadas passadas – perderam postos na escala fashion. O momento é de mais delicadeza, de contrastes tênues entre as mechas iluminadas e o fundo, o que torna até difícil identificar a transição entre uma nuance e outra.

O efeito agora é natural. Isso não significa que a maneira de tingir é mais simples. Os processos químicos para descolorir são, inevitavelmente, agressivos.

Leia a matéria completa em: Inspire-se no loiro natural, a cor do momento

Antes de mudar

Um dos desafios mais comuns que os cabeleireiros enfrentam? Atender morenas que querem ficar superloiras. “A nuance original define o limite do clareamento”, explica o cabeleireiro Julio Crepaldi, do salão Galeria, em São Paulo. “Quando ele é desrespeitado, nem mesmo o melhor tratamento conseguirão recuperar 100% os fios.”

A primeira medida para garantir um bom resultado, então, é entender até onde o seu loiro pode chegar. Cabelos acima da altura 6 na tabela de cores (ou seja, loiro escuro, loiro médio e assim por diante) costumam aceitar bem descolorações mais radicais. Se o seu for escuro, é melhor aceitar que ele pode se tornar um lindo castanho iluminado, mas dificilmente será um loiro saudável. Quer insistir assim mesmo? O processo deverá ser feito com o maior cuidado do mundo e a manutenção deverá ser contínua – mas saiba que os fios sempre acusarão um pouco dos danos. Além de levar a cor original em conta, deve-se considerar a espessura. “Cabelos muito finos são naturalmente mais fracos”, diz Julio Crepaldi. “Se for o caso dos seus, opte por menos mechas.”

Leia a matéria completa em: Inspire-se no loiro natural, a cor do momento

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *